Back to all Post

Baishi 拜師

Baishi 拜師

Trata-se de uma das cerimônias mais significativas no Kung Fu tradicional, uma vez que, ela ocorre por ocasião da aceitação formal de um discípulo pelo mestre. Podemos traduzir como reverencia ao Shifu (師父), indicando uma forma de prestar respeitos ao mesmo, enquanto ele o acolhe em sua família perante aos seus membros e a sociedade marcial.

Embora sofra algumas variações de uma família para outra, o principio tradicional, bem como, os importantes tópicos que a envolvem, são mantidos a gerações.

O cerimonial do Baishi se inicia com o futuro discípulo (Tudi) ajoelhado a frente do Mestre, este ladeado por seu Dashixiong  a esquerda, e a sua Shijie a direita. O primeiro narra a genealogia e os aspectos importantes que envolvem o discipulado, enquanto que, a shijie tem as mãos uma bandeja com duas xícaras de chá.

Apos as reverencias, servir o chá ao seu mestre, e entregar-lhe o envelope de Hongbao, o Shifu passa-lhe as mãos um envelope com o seu nome de família Kung fu, e algumas vezes o seu carimbo. Agora ele é um discípulo formal (Tudi), inicia-se então as regalias e as atribuições que envolvem o discipulado, uma vez que, agora esse discípulo é responsável pelo desenvolvimento e perpetuação do estilo que a família que ele agora toma parte, domina.

Sendo discípulo você toma parte da família, e assim sendo, está sujeito as suas diretrizes e preceitos, devendo respeito e obediência ao líder dela, o seu Shifu. Não existem ramificações entre discípulos, pois, só existe um Shifu. Existem sim, possíveis rupturas entre ambos, e isso acontecendo, não há mais a existência do vinculo familiar, e deixa de manter o nome dado por ocasião do Baishi.

Todo discípulo passou pelo Baishi, pois, é esse cerimonial tradicional que o certifica, e com isso mantém viva a tradição familiar do Kung fu. Acima e antes de qualquer coisa, para existir vinculo é preciso haver proximidade, para existir proximidade é preciso haver sensibilidade e respeito.

Apple Store
Google Play
Open chat